31/05/2017 - 04:00

Natsukashii - Saudades do Japão a terra do sol nascente

Morei quase 7 anos por lá, conheci e aprendi muito convivendo com os japoneses.

Antonio Ueno
Diário da Midia
Desde muito pequeno, meu sonho era conhecer as terras do meu avô, Sakuichi Ueno, que veio do Japão em 1913. Nascido em Hiroshima, se ele não tivesse vindo para o Brasil, provavelmente teria morrido com a explosão da "bomba" lançada pelos Estados Unidos. Cheguei no Japão pela primeira vez em 1993, ainda bem jovem, tinha 22 anos. Era o final do inverno, mas ainda fazia muito frio. Tudo era fascinante!

A primeira palavra que aprendi da lingua japonesa, foi "Dame" (não pode) em japonês, a segunda foi Natsukashii (saudade). Morei quase 7 anos por lá, conheci e aprendi muito convivendo com os japoneses.

A maioria dos dekasseguis (assim que somos conhecidos) vão ao Japão a trabalho. Não fui somentevom a idéia de ganhar dinheiro, procurei conhecer a cultura japonesa e lugares turisticos.

Subi no topo do Monte Fuji, fui assistir a Fomula1 em Suzuka, por várias vezes fui na Disney Tókio  (Disneilândia),  Universal Studios, Aquário de Nagóya, Parque das Flores, Nagashima Park, entre muitos outros pontos turisticos do Japão. Me diverti muito!    
   
Tem muita coisa legal, que dá vontade de emprestar pra cá, outros hábitos que aos nossos olhos podem parecer um pouco bizarros. Algumas coisas que a gente ouve falar e outras que nem faz ideia até dar de cara!

10 impressões de quem viveu de perto no pais do Sol Nascente!
(Just Lia) 

1 - Ao contrário das brasileiras, que morrerem ao ver alguém com o mesmo look, as japonesas gostam de combinar roupa com as amigas ou o namorado. Especialmente em lugares de passeio como parques de diversão, é normal ver um grupo de amigas com a mesma roupa e uma peça de roupa em cor diferente. Ou então, ver o casal usando exatamente o mesmo blusão. E quer saber? É muito fofo!



2 - Há máquinas de bebida em todos quarteirões. Chá, café, suco, refrigerante, água… Em troca de algumas moedas você retira bebidas quentes ou geladas, de acordo com a época do ano. As máquinas geralmente são da Coca-Cola ou da Suntory (que é a distribuidora da Pepsi lá). É viciante ficar provando.



3 - As portas do taxi japonês fecham sozinhas e os carros geralmente são um mesmo modelo antiguinho. A cor pode ser preta ou em Tóquio, verde, verde água (lindo!) ou laranja.



4 - Os Pachinkos. É uma espécie de cassino japonês, onde ficam uns tiozões sentados fumando e jogando loucamente, numa barulheira altíssima e infernal. A gente ficava meio chocado sempre que encontrava um, pois é um lugar totalmente desagradável mas estava sempre cheio.



5 - Vi muitas pessoas de quimono, especialmente em Quioto. Idosas, adolescentes (meninos e meninas) e mulheres adultas… Vi quimonos de verão, quimonos de noivos, quimonos de formatura… É sempre lindo reparar nos acessórios, é tudo impecável, sempre acompanhado de chinelinhos com meia e bolsa especial mais artesanal.



6 - A liquidação dos japoneses tem lucky boxes ou lucky bags, caixas ou sacolinhas que você compra sem ver o que tem dentro. Você pode sacudir na hora de escolher e o valor pago sempre vai ser menor do que o que o interior vale.



7 - Nem todos os prédios em Tókyo aceitam animais de estimação, por isso surgem os Cat e Bunny Cafes. As pessoas vão lá pra ler e até tirar um cochilo, enquanto interagem com os animais. Não é uma coisa ocasional de ir pra conhecer, eles realmente passam lá com frequência e ficam horas interagindo com os gatos ou coelhos.



8 - O metrô e o ônibus são tão cheios quanto no Brasil, porém, você não ouve um pio! Todo mundo quietinho descansando ou mexendo no celular, sem incomodar os outros (no final de semana as pessoas ficam mais falantes).



9 - A comida no Japão pode ser bem sem graça pra um paladar brasileiro: os salgados não são muito salgados e os doces não são muito doces. É difícil se deliciar! Quem diz que “não come comida japonesa” não precisa se preocupar, pois a cozinha japonesa real não tem muito a ver com nossos restaurantes japoneses brasileiros.



10 - Japoneses bebem muito álcool e há propagandas de cerveja por todo canto, no ponto de ônibus, nos comerciais de tv e até dentro dos vagões de metrô. E existem até propagandas voltadas para mulheres, com garota propaganda rodeada por ilustrações delicadinhas.



O Japão é um pais maravilhoso (subarashii). Espero voltar lá o mais breve possivel...



Antonio Ueno (Tony) - Jornalista DRT-1638/MS 
Voltar
Site desenvolvido por: