21/04/2018 - 06:42

Transformação

Carlos Fernandes
Qual maior símbolo de transformação que há na natureza??

Podemos enumerar vários...

Porém, quem nuca teve asco, ojeriza ou até mesmo ‘nervoso’ ao deparar com uma lagarta ‘ FEIA’ escalando uma parede, nos troncos , nas folhas das árvores, nos cantos e até mesmo no meio do caminho??!!

A princípio, há um sentimento de repulsa. Medo.

A lagarta picas e carrega as folhas, faz um casulo, se recolhe e depois de um período enclausurada, se liberta em forma de uma LINDA Borboleta, a ser contemplada por embelezar a natureza com seu vôo, desenhos e cores variadas nas asas, despertando um sentimento, totalmente diferente de outrora.

Esse acontecimento nos remete a duas observâncias:

Não fazermos PRÉ Julgamento e que fujamos do PRÉ- conceito de que a “primeira impressão é a que fica” e ainda;

Que saibamos que a transformação é um processo que pode surpreender...

Apenas precisamos dar oportunidade ( a outrem ou nós mesmos ) para que aconteça.

Picar folhas são como nossas atitudes diárias e as dos outros também;

Formar casulos é o processo de observar e construir novas concepções a partir daquilo que observamos das nossas atitudes e dos que nos cercam ou não;

Enclausurar-se é o tempo de reflexão e de planejamento estratégico como agiremos ao sair, procurando não cometer erros outrora cometidos e melhorar aquilo que foi bom;

Libertar-se é colocar novas atitudes em prática no dia-a-dia, melhorando e embelezando a vida dos outros e, por conseqüência, a nossa também, desprendidos dos falsos valores e daquilo que não nos acrescenta nada e em nada.

SEJAMOS “LAGARTAS”.

Pratiquemos a transformação e a mudança que esperamos do outro em doses diárias e homeopáticas.

TRANFORMEMO-NOS!!!!!!!
Voltar
Site desenvolvido por: