29/05/2017 - 19:28

Governador Reinaldo Azambuja se defende - O Velho Lobo

Eliezer David - O Velho Lobo
*** O Governo de Mato Grosso do Sul anunciou, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (29), quatro medidas contra a Braz Peli Comércio de Couros. Segundo o secretário de Governo, Eduardo Riedel, será feita auditoria no termo de acordo que concedeu incentivos fiscais à empresa, além da tentativa de derrubar no STF (Superior Tribunal Federal) a liminar que ainda garante a operação comercial sem arrecadação de impostos. As medidas vêm depois de denúncia de suposta cobrança de propinas para concessão de benefícios fiscais ao setor frigorífico em Mato Grosso do Sul – veiculada domingo (28) no Fantástico, da Rede Globo.

Ainda nesta segunda, conforme Riedel, a Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), por meio da PGE (Procuradoria Geral do Estado), irá ingressar com uma ação no STF (Superior Tribunal Federal) para derrubar a liminar concedida à Braz Peli, que permite à empresa continuar operando sem recolher impostos ao Estado.De acordo com o secretário, a liminar foi concedida à empresa este mês, depois que o governo já havia cancelado os incentivos fiscais dos quais a empresa desfrutava desde 2010, na gestão do então governador André Puccinelli (PMDB), conforme o Tare (Termo de Acordo de Regime Especial) 490/10.O termo, segundo Riedel, será submetido a auditoria da Sefaz, junto aos outros cinco citados por Wesley Batista – proprietário da JBS – em delação premiada ao no dia quatro de maio deste ano: Tare 657/11; 149/07; 1028/14; 862/13 e 1103/16.
Além disso, o governo também prometeu integrar cópias dos processos e documentos que comprovam a sonegação de impostos da Braz Peli ao Ministério Público Estadual e à Polícia Civil, para instauração de inquérito a fim de apurar os fatos.Segundo o controlador geral do Estado, Carlos Eduardo Girão, a expectativa é de que em três meses o trabalho da CGE [auditoria nos seis termos listados] seja concluído e então sejam recomendadas as ações cabíveis. De acordo com ele, existem 1.199 termos de acordo vigentes, o que tornaria inviável uma auditoria em todos.Riedel também diz que a própria rotina da Sefaz identifica de imediato comportamentos atípicos e investiga qualquer movimentação incomum no Estado. “Foi o que aconteceu com a própria Braz Peli, que movimentou quase R$ 5 milhões em nove dias, sem ter registrado entrada de nada”, explica o secretário. (fonte: campograndenews)

*** A única coisa que ví  um vídeo feito por uma câmera e o áudio por celular.. foi que o Polaco... um gerente de Fazenda tomou na manha 35 mil reias de um empresário que me fez lembrar aquelas histórias da década de 80... de corretores de imóveis vindos do norte do Paraná, e que aqui vendiam terrenos no litoral Paranaense com direito a 300 metros de mar. O Polaco aplicou e os caras caíram!

*** As pessoas não entendem que via instrumentos políticos a ex-presidente Dilma Roussef, caiu em razão do componente econômico que lhe escapou das mãos. No caso Michel Temer é exatamente ao contrário porque o componente econômico está sob absoluto controle e somente um presidente com um percentual mínimo de aprovação popular conseguiria propor e conduzir as reformas da Previdência e Trabalhista. Mas os incautos não conseguem fazer essa leitura e orgasmam com o pedido de impeachment da OAB que não será nem levado a ser apreciado... como a decisão do TSE, se cassá-lo, pode dar a Temer no STF... prazo para terminar na boa o seu mandato. Isso se chama politica!

*** Silvana Amaral vem sendo o perfil do Facebook em Mato Grosso do Sul, com o maior número de acessos em curtidas e comentários. Essa linda gaúcha radicada no rico município de Chapadão do Sul, vem se constituindo em um verdadeiro fenômeno a ponto de já despertando a atenção de revistas e sites especializados em beleza feminina. Não será nenhuma surpresa se em breve ela estiver estampando revistas capas de revistas nacionais.⁠⁠⁠⁠



*** O petista ex-governador ZECA DO PT e atual Deputado Federal, defende direto à defesa do governador Reinaldo Azambuja e cobra que os denunciantes apresentam documentos que comprovem as supostas irregularidades. “A Constituição diz que o ônus da prova cabe a que acusa”, finalizou o Dep.Federal Zeca. Agora aqueles que estavam rufando o KCT no governador Reinaldo Azambuja? Agora que o ex-governador e hoje deputado federal Zeca do PT o defendeu... agora ficaram quietos? Povo sem noção!



*** Denunciante José Alberto Berger, dono da Braz Peli Comércio de Couros Ltda. É parte em um total de 105 ações judiciais. Denunciante Benilson Esteves Tangerino, dono da Frigo Brás. Total de 18 ações judiciais. 




 
Voltar
Eliezer David - O Velho Lobo
Coluna Eliezer David - Política com "O Velho Lobo"
Facebook curtir
Site desenvolvido por: