08/01/2019 - 11:14

Prefeitura planeja 58 km de pavimentação e 51 km de recapeamento

PMCG
O planejamento de obras da Prefeitura de Campo Grande para 2019, com recursos assegurados e licitações em andamento, projeta a execução de 58 quilômetros de pavimentação e 51 quilômetros de recapeamento.

Só do PAC Pavimentação, serão investidos quase R$ 75 milhões, na execução de aproximadamente 60 quilômetros  de asfalto e 13 quilômetros de recapeamento, nas regiões dos bairros  Zé Tavares, Oscar Salazar, Residencial  Iguatemi ; Nova Lima (etapa B) , Jardim Anache e Residencial Belinatte; Santa Luzia.

Já uma emenda parlamentar de R$ 1,8 milhão vai garantir o asfaltamento do Residencial Barra da Tijuca (2,1 km). “Estes projetos incluem o recapeamento de vias importantes como a Avenida Vanderlei  Pavão, no Jardim Aeroporto. Lino Villachá (acesso ao hospital São Julião), continuidade do recapeamento da Avenida Zulmira Borba (no Nova Lima)”, informa o prefeito.

Os recursos do Mobilidade Urbana vão garantir 13,48 quilômetros de recapeamento das avenidas Bandeirantes, Marechal Deodoro e Calógeras, além da Rua Bahia (entre  Afonso Pena e Coronel Antonino). Nestas vias, que integram os corredores sudoeste, sul e norte do transporte coletivo, receberão obras de drenagem, terão faixas exclusivas do transporte coletivo e  estações de pré-embarque.

Outras obras 

Foi licitada e ainda no primeiro trimestre do ano que vem, serão iniciadas as obras de conclusão do terminal intermodal.  Nesta última etapa,  serão implantados  2,5 quilômetros de rede água; 5,2 quilômetros de rede de esgoto, estação elevatória de esgoto,  ativação de um poço, iluminação pública interna, conclusão de trechos de meio-fio, sinalização, recuperação do pavimento; drenagem. Também está na programação de 2019 as obras de controle de erosão do Córrego Gameleira, no Bairro Novo Século, que estão em processo de licitação.

Balanço de obras 

Em 2018 a Prefeitura deu continuidade e concluiu várias frentes de pavimentação e recapeamento. Conforme balanço da Secretaria de Infraestrutura e  Serviços Públicos, foram executados aproximadamente 30 quilômetros de pavimentação, compreendendo ruas nos bairros Nova Lima, Vila Nascente (Parque dos Poderes); Parque dos Laranjais; Jardim Morenão; Residencial Anápolis : Nossa Senhora das Graças e Residencial Jorge Amado.  Houve ainda a recuperação de 45 quilômetros de pavimento, com recapeamento (23 km) e microrrevestimento (18 km).

As obras de revitalização e controle de enchentes do Rio Anhanduí avançaram e um dos lotes (entre as ruas Adélia e da Abolição) deve ficar pronto em 2019, provavelmente até o aniversário da cidade, com recapeamento da Avenida Ernesto Geisel e implantação de uma ciclovia.

Neste trecho já foram investidos R$ 4,7 milhões, de um orçamento total de R$ 13,1 milhões. Os outros dois lotes (da Rua Abolição até a Rua do Aquário),  devem ser entregues em 2020. Até agora já houve a execução de 30% do serviço, com aplicação de R$ 10,7 milhões.

Já a última etapa do macroanel rodoviário,  retomada após quatro anos de paralisação, deve ser ficar pronta ainda no primeiro semestre de 2019. Neste ano foram investidos  R$ 5 milhões para  drenagem, terraplanagem  e 4 quilômetros de pavimentação.

Esta programação leva  em conta apenas os projetos do PAC Pavimentação e do Mobilidade Urbana, que estão sendo destravados.

Estão fora desta programação os projetos de infraestrutura cadastrados em Brasília, com boas chances de liberação dos recursos  e os que serão contemplados com o empréstimo  de R$ 100 milhões em negociação junto ao BNDES,  explica o prefeito Marquinhos Trad.
Voltar
Site desenvolvido por: