03/01/2018 - 14:25

Governo do Estado deve expandir mineração com sanção federal

Agência Nacional de Mineração foi criada para fiscalizar atividade no país

Correio do Estado
O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul deve ampliar a mineração através da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), por meio da sanção do Governo Federal que criou a Agência Nacional de Mineração que será vinculada ao Ministério de Minas e Energia.

A agência vai atuar na fiscalização da mineração no país e auxilia nas decisões que beneficiam o setor também em Mato Grosso do Sul. De acordo com o Executivo estadual, a Semagro tem trabalhado para o fortalecimento da atividade.

Conforme o governo, a secretaria é a responsável pela Empresa de Gestão de Recursos Minerais (MS Mineral) e no ano passado criou a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva Mineral, onde 14 membros, vão atuar na organização, revitalização, expansão e verticalização do setor no Estado.

Por meio de nota o secretário interino, Ricardo Senna, disse que a criação da agência representa não só modernização para o setor, como avanços na regulamentação e na expansão, aumentando o poder de exploração para a atividade. “Essa ação cria uma dinâmica melhor para a atuação da mineração no Brasil e isso vem ao encontro do que já temos realizado em Mato Grosso do Sul”.

De acordo com o Governo do Estado, Mato Grosso do Sul tem 165 empresas ligadas ao setor extrativista mineral, com valor bruto de produção estimado em R$ 3,876 milhões. 

 
Voltar
Site desenvolvido por: