12/11/2018 - 09:09

Dezenas de gatos mumificados são encontrados em tumbas de 6 mil anos

Arqueólogos realizaram a descoberta no complexo de pirâmides de Sacara, no Egito

G1
No Antigo Egito não eram apenas os humanos que passavam pelo processo de mumificação: arqueólogos encontraram dezenas de gatos embalsamados em sarcófagos com idade estimada de ao menos 6 mil anos. As descobertas foram realizadas no sítio arqueológico de Sacara, onde há um complexo de pirâmides que fica próximo à cidade de Cairo, capital egípcia.

Em comunicado divulgado pelo Ministério das Antiguidades do Egito, foram encontrados diferentes exemplares de gatos mumificados em ao menos três tumbas — durante a investigação da região, os pesquisadores localizaram sete sarcófagos que estavam com suas portas e fachadas intactas, indicando que seu interior permaneceu intocado durante milhares de anos. 

Além das múmias, os arqueólogos também localizaram 100 estátuas de madeira que homenageavam os bichanos: no Antigo Egito, os gatos eram reverenciados como criaturas sagradas e viviam nas residências e nos templos egípcios. A deusa Bastet, protetora das mulheres e ligada à fertilidade, era representada pelos sacerdotes como uma figura que tinha corpo humano e cabeça de gato. 

Além dos gatos, os pesquisadores encontraram no interior das tumbas uma coleção de escaravelhos que também passaram pelo processo de conservação. Os insetos estavam depositados em pequenas urnas adornadas com desenhos e surpreenderam as autoridades locais: de acordo com Mostafa Waziri, diretor do Supremo Conselho de Antiguidades do Egito, essa é a primeira vez que exemplares de escaravelhos mumificados são localizados no complexo de pirâmides de Sacara.

No Antigo Egito, os escaravelhos eram utilizados como amuletos e relacionados ao movimento do sol: de acordo com a tradição religiosa, essas criaturas eram responsáveis por "trazer de volta o Sol" durante o amanhecer.

Para completar a homenagem aos animais que estavam no interior das tumbas, os arqueólogos localizaram estátuas de madeira que representavam um leão, uma vaca e um falcão. Pelo Twitter, o Ministério de Antiguidades do Egito divulgou detalhes das descobertas:



A #collection of #gilded wooden #statues depicting the physical features of #Lions, a #cow, and a #Falcon was unearthed in #Saqqara along with a #crocodile #coffin with its #mummy and a #painted #coffin of #two #COBRA with #mummies. #Discovery pic.twitter.com/sHOBChTg4e

— Ministry of Antiquities-Arab Republic of Egypt (@AntiquitiesOf) 10 de novembro de 2018
#Tens of #cats #mummies were unearthed in #Saqqara #necropolis along with 100 wooden #gilded #statues of #cats and a bronze one dedicated to the cat #goddess #bastet. pic.twitter.com/g0oSQPBhL8

— Ministry of Antiquities-Arab Republic of Egypt (@AntiquitiesOf) 10 de novembro de 2018
#Discovery Unique #Discovery in #Saqqara #Giza #Egypt #mummies of #scarabs #AncientEgypt pic.twitter.com/FkCA9HxY5P

— Ministry of Antiquities-Arab Republic of Egypt (@AntiquitiesOf) 10 de novembro de 2018
Voltar
Site desenvolvido por: