30/11/2018 - 04:29

Professora casa em escola para que alunos participem de cerimônia

G1/MS
A professora Elizabete Aparecida Rodrigues Coutinho realizou o sonho de casar, mas o que ela não imaginava é que a cerimônia realizada nessa terça-feira (28), em Jateí, a 265 km de Campo Grande, seria dentro da escola onde trabalha, tendo os próprios alunos como convidados.

Sem condições de fazer uma festa para oficializar a união estável com o tratorista Israel Gomes, ela decidiu aproveitar os serviços oferecidos pela Carreta da Justiça que desembarcou na cidade.

De acordo com Elizabete, o casal namora desde 2015. Os estudantes queriam paraticipar desse momento, e como não houve tempo hábil para pegar autorização dos pais para que fossem até a unidade móvel, estacionada em frente ao Centro Municipal Cultural, ela pediu ao juiz que fosse até a escola para que os alunos pudessem acompanhar a cerimônia.

Para a surpresa da professora, o juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, aceitou de imediato o convite e se colocou à disposição. Elizabete relembra que a concordância de Luiz Felipe a deixou tão feliz que na hora não acreditou e gritou de pura alegria, quebrando o protocolo.

“O casamento foi um momento maravilhoso, dividido com meus alunos, eles são muito importantes para mim. Deveriam existir no mundo mais pessoas como esse juiz. Nunca vi tanto humanismo, ele fez parte de um momento muito importante, só tenho a agradecer”, relembra a noiva.

De acordo com o Juiz, foi uma experiência ímpar. Ele conta que foi surpreendido pela solicitação da professora, e não viu motivos para não atendê-la.

"A noiva estava visivelmente emocionada e a cerimônia foi diferente. Não sei se a alegria dos noivos ou das crianças em compartilhar um momento tão especial, mas fiquei honrado em celebrar o início de uma família" explica.

Na Escola Estadual Professora Bernadete Santos Leite, as aulas foram suspensas momentaneamente para que todos pudessem estar no casamento. O juiz falou para cerca de 100 alunos do 1º ao 4º ano e ainda explicou o que faz um juiz, quais processos podem ser julgados na Carreta da Justiça.
Voltar
Site desenvolvido por: