12/01/2018 - 05:32

Homem constrói sozinho estrada para que filhos possam ir à escola na Índia

G1
Um pai construiu sozinho uma estrada de oito quilômetros no leste da Índia, para que os filhos pudessem ir à escola. O vendedor de verduras Jalandhar Nayak, de 45 anos, teve a ideia de escavar a caminho entre o terreno montanhoso que liga o vilarejo Gumsahi, onde mora, e Phulbani, onde seus três filhos estudam, porque as crianças demoravam cerca de três horas para fazer a travessia. Há dois anos, o indiano começou, então, a construção do novo caminho, usando apenas um escopro, uma picareta e uma enxada.

— Meus filhos achavam difícil andar pela estrada, que é estreita e rochosa, para chegar até à escola. Várias vezes os via tropeçando entre as pedras. Então, decidi escavar uma rota pela montanha, assim eles poderiam caminhar com mais tranquilidade — explicou Nayak à rede de televisão local, News World Odisha.

A família do vendedor é a única que continuou morando no vilarejo no estado de Odisha. Os outros habitantes se mudaram para lugares onde as estradas têm melhores condições. O esforço do indiano acabou chamando a atenção das autoridades da região nesta semana.

— O empenho e determinação de Nayak para cortar os morros e contruir uma estrada me deixou fascinado — disse o representante do governo na região, Brundha D.

Para recompensar o esforço de Nayak, o governo prometeu pagar por todo trabalho já feito e concluir o final da obra. O vendedor havia se planejado para continuar a construção da estrada, um trecho de sete quilômetros, por mais três anos. Aproveitando a proximidade com as autoridades locais, Nayak pediu ainda para que o governo fornecesse água potável e energia elétrica para seu vilarejo.

A história de Nayak ganhou repercussão na Índia após ser divulgada pelas redes de televisão do país. Ele foi comparado com Dashrath Manjhi, um operário de uma pequena aldeia em Bihar, no leste indiano. Manjhi passou 22 anos construindo, com apenas um martelo e um cinzel, uma estrada de 42 km entre dois distritos. O trabalho do operário, que inspirou diversos filmes, começou por causa de um acidente sofrido pela mulher de Manjhi, enquanto tentava levar lanche a ele.
Voltar
Site desenvolvido por: