10/04/2018 - 04:55

Três partidos desaparecem na Assembleia com o troca-troca

Por RENATA VOLPE HADDAD E YARIMA MECCHI
Correio do Estado
Após encerrar a janela partidária às 23h59 do dia 6 de abril, três partidos perderam bancadas em Mato Grosso do Sul. PR, PDT e PSB sofreram baixas com as mudanças dos políticos, na disputa das eleições 2018, e ficaram sem representante na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS).

O PR perdeu os dois únicos deputados da Casa de Leis, Paulo Corrêa e Grazielle Machado, e também ficou sem o presidente regional, Londres Machado. Corrêa migrou para o PSDB e Grazielle foi para o PSD, assim como o pai, Londres, ex-deputado estadual e ex-presidente do PR. Aliás, a família Machado migrou para o PSD. A prefeita de Fátima do Sul, Ilda Salgado Machado, também se desfiliou da sigla.

Com a ida de Corrêa para o partido do governador Reinaldo Azambuja, o PSDB continua com o maior número de filiados na Assembleia. Ao todo, são oito deputados do partido. O MDB é o segundo maior com número de representantes na Assembleia: são sete deputados ao todo. 
Voltar
Site desenvolvido por: