01/02/2018 - 04:07

Maioria dos deputados prefere não se aventurar em outro cargo

Yarima Mecchi
Correio do Estado
Os deputados estaduais estão mais contidos para as eleições de outubro e não devem alçar voos maiores. Dos 24 parlamentares da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) apenas três têm interesse em sair do cargo para ocupar uma cadeira na Câmara Federal.

Os pré-candidatos a deputado federal são: Eduardo Rocha (MDB), Humberto Pereira (PSDB), o Beto Pereira e George Takimoto (PDT). 

As siglas com as maiores bancadas MDB, PSDB e PT estão mais interessadas na reeleição do que renovação. De acordo com o deputado Paulo Siufi (MDB), apenas Eduardo Rocha sairá para concorrer uma cadeira em Brasília (DF) e os demais quatro colegas de legenda querem permanecer no Estado. 

“No fim do ano apenas o Rocha demonstrou interesse em ser deputado federal, os demais vão para a reeleição. Eu sou candidato à reeleição, como disse: se o André Puccinelli sair para governo, eu saio para reeleição”, disse destacando que neste fim de semana deve viajar pelo norte do Estado com o pré-candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli.

O presidente regional do PSDB e deputado estadual, Beto Pereira, afirmou que dos sete parlamentares do partido apenas ele deve deixar de concorrer a uma vaga na ALMS.

“Todos vão tentar reeleição, eu vou para deputado federal e só neste ano já rodei mais de vinte cidades. Uma campanha começa quando outra acaba”, ressaltou sobre sua agenda como pré-candidato. Hoje (1º de fevereiro) o deputado deve ir a Aquidauana. 
Voltar
Site desenvolvido por: