11/01/2018 - 13:37

Motorista de aplicativo, nega corrida e xinga passageira em Campo Grande

Por Graziela Rezende
G1/MS
A breve conversa terminou com um xingamento inesperado e a corrida nem chegou a acontecer, segundo a auxiliar de laboratório, Dyarielle Alcântara Gonçalves, de 17 anos. Ela pediu o transporte por aplicativo na noite dessa quarta-feira (10), em Campo Grande.

Após aguardar 7 minutos, o motorista teria dito que não iria ao local por conta da buraqueira e falta de asfalto. A adolescente explicou que então pediu a ele para cancelar a viagem. O homem se negou e ainda disse a ela: "vai dar o ....", disse.

A menina conta que estava em uma residencial no bairro Los Angeles e seguiria para o Aero Rancho, na região sul da cidade. "Era por volta das 22h54 quando eu acionei a corrida. De imediato, comecei a mandar mensagens caso o GPS (rastreador via satélite) não estivesse funcionando. A partir daí, ele visualizou e não respondeu nada. Depois das coordenadas, ele falou que estava em um lugar cheio de barro e que não iria até o meu endereço por não ter nem asfalto", explicou.

Dyarielle disse que então pediu ao motorista para cancelar a corrida. "Eu pedi por favor pra ele cancelar e ele disse que não porque eu quem tinha feito o pedido. No mesmo momento, respondi que não iria cancelar por conta da ignorância dele. Foi aí que ele me xingou e, em seguida, cancelou a corrida. A conversa foi extensa e eu consegui printar a tela de algumas partes. Fiquei indignada", lamentou.

De acordo com a adolescente, a família a proibiu temporariamente de usar este tipo de transporte. "Foi algo muito ruim, péssimo passar por este tipo de situação. Os motoristas anteriores sempre foram muito gentis, por isso acho que alguma providência deve ser tomada com relação a este profissional. Se eu estivesse no carro, poderia sim ocorrer algo pior. Temos que ter muito cuidado", finalizou Gonçalves.
Voltar
Site desenvolvido por: