09/06/2018 - 06:09

PF fiscaliza empresas suspeitas de oferecer serviço clandestino de segurança privada em MS

Por Graziela Rezende
G1/MS
A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (8), em todo o estado, uma operação para fiscalizar atividade clandestina de segurança privada. Ao todo, 30 agentes de Ponta Porã, Três Lagoas, Dourados, Corumbá e Naviraí fazem diligências e alertam para os riscos da contratação de vigilantes sem o devido credenciamento, tanto um profissional em particular como empresas irregulares.

Os trabalhos também ocorrem em nível nacional, sob a Coordenação-Geral de Controle de Serviços e Produtos da instituição.

Operação Segurança Legal II
O nome faz alusão à legalidade que deve ser base para o exercício da atividade de segurança privada, que engloba desde o controle na formação de vigilantes até o transporte de valores e escolta armada.

A PF tem como uma das suas funções "disciplinar, autorizar e fiscalizar as atividades de segurança privada armada e desarmada, desenvolvidas pelas empresas especializadas e seus profissionais. O objetivo também é orientar, fiscalizar e repreender à execução desta categoria, que pode acarretar em multa, fechamento da empresa e outras sanções administrativas.
Voltar
Site desenvolvido por: