29/12/2017 - 07:22

363 pessoas tiveram casas inundadas na cidade de Porto Murtinho

Por LUCIA MOREL
Correio do Estado
O governo do Estado vai homologar o decreto de emergência da cidade de Porto Murtinho e solicitar ajuda de R$ 1,5 milhão a Brasília. No município, 363 pessoas tiveram suas casas inundadas depois que a canalização de drenagem não suportou a quantidade de chuvas e transbordou. Entre os dias 25 e 27, 368 milímetros de precipitação foram registrados na região.

De acordo com o secretário de administração estadual, Carlos Alberto Assis, que esteve esta manhã no município, o Estado vai referendar o decreto de emergência municipal e enviar solicitação para que o governo federal também o homologue. 

"Não foram atingidas apenas as casas, mas o asfalto, o trânsito. Num levantamento preliminar, orçamos entre R$ 1,2 milhão a R$ 1,5 milhão os recursos necessários para a recuperação", disse. Por conta própria, o governo enviou R$ 300 mil à Prefeitura de Porto Murtinho para uso em ações de saúde.

O valor final a ser solicitado à União, no entanto, depende de estudos da Defesa Civil Estadual e da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul), que vão fazer o levantamento dos estragos e verificar a necessidade de obras para que o alagamento não volte a ocorrer.

"A princípio nos parece uma questão de falta de manutenção do canal, mas só o estudo vai confirmar", comentou Assis, enfatizando que o levantamento vai verificar, inclusive, a razão da inundação.

Assim que as águas baixarem, o governo informou também que fará a limpeza do canal de drenagem, que é canalizado e pavimentado, sendo necessário que esteja livre de água para poder ser limpo. E já amanhã, chegarão ao município sacolões, colchões e cobertores para atender as famílias que estão fora de suas casas. 

"A solicitação do município foi de 100 peças de cada, mas vamos enviar 300, já prevendo maior necessidade", sustentou o secretário. Os deputados federais Vander Loubet  e Zeca do PT, ambos do mesmo partido, também acompanharam a visita do governo ao município. Os dois nasceram em Porto Murtinho.
Voltar
Site desenvolvido por: