10/01/2018 - 14:23

Em situação de emergência, Coxim tem 300 famílias em área de risco

Por LEANDRO ABREU
Correio do Estado
Desde ontem em situação de emergência por conta da cheia do Rio Taquari, o município de Coxim tem 300 famílias em áreas de risco e cadastradas na Defesa Civil da cidade. Na manhã de hoje, o nível está em 5m10.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil municipal, Gilberto Portela, não está chovendo na cidade, mas há previsão para o período da tarde. “Toda população ribeirinha da cidade está em alerta e possuem nosso contato para caso suba mais o nível do rio, nos acionem para a remoção. Mas o rio está baixando bem e acreditamos que não deva subir mais”, explicou. Apenas uma família foi removida de casa e está alojada no salão paroquial da Catedral São José.

A Defesa Civil e outras autoridades municipais têm dificuldade para convencer as famílias a saírem de casa. Duas famílias chamaram a Defesa Civil nesta madrugada com medo da alta do rio, mas não aceitaram sair. Há uma cultura de só aceitarem sair quando a água está praticamente dentro de casa. Desde outubro de 2017 a cidade está em situação de alerta, quando o nível do rio passou dos 4m02.

Ainda conforme o coordenador, o recorde de cheia do rio ocorreu em 1988, quando chegou aos 6m10. Os rios Coxim e Taquari se encontram dentro do município e passam a se chamar apenas Taquari.
Voltar
Site desenvolvido por: