02/10/2017 - 05:50

Crianças passam 5 dias com a mãe morta em casa achando que ela estava dormindo

Crianças passam 5 dias com a mãe morta em casa achando que ela estava dormindo

Blastingnews
Um caso um tanto quanto bizarro ocorreu na Espanha e está repercutindo bastante na imprensa internacional: quatro meninos, que são irmãos e têm a idade entre cinco e treze anos, passaram quase uma semana convivendo com os cadáveres da mãe e do namorado dela antes de perceber que eles estavam mortos.

As crianças acharam que os dois estavam apenas "dormindo".

Segundo informações do jornal britânico "Daily Mail", somente após cinco dias que os vizinhos da família chamaram a polícia para investigar o que estava ocorrendo, pois sentiram um cheiro forte e ruim vindo da casa.

Nas investigações, as autoridades policiais descobriram que o casal havia cometido suicídio, ingerindo altas doses de medicamentos.

Crianças passaram dias fazendo atividades domésticas sozinhos

Por acharem que a mãe e seu namorado estavam apenas descansando e que não havia nada de anormal, as crianças passaram os dias que sucederam a morte dos dois realizando as atividades domésticas, improvisando refeições, cuidando das roupas e indo para a escola sozinhos.

Uma das crianças chegou ainda a comentar com o vizinho, que também é o dono do imóvel alugado por eles, que a mãe estava há vários dias dormindo.

Caso esse comunicado não tivesse sido feito, não se sabe quanto tempo as crianças ainda continuariam convivendo com dois cadáveres dentro da própria casa.

Com essa informação e com o forte cheiro que exalava da casa, o vizinho achou que deveria comunicar as autoridades para que vissem o que estava ocorrendo na casa imediatamente.

Ao chegar na casa, os policiais constataram que o casal já estava morto há cinco dias e também que a causa da morte seria o suicídio. As crianças ficaram em choque e estão sendo acolhidas por programas do Estado.

Crianças viviam em situação precária

De acordo com informações dadas por pessoas que conhecem a família, a mãe e os cinco filhos tinham uma vida bastante difícil e viviam em uma situação precária e de pobreza.

Por esse motivo, as crianças estavam acostumadas a fazer as tarefas de casa, irem à escola sozinhas e a cuidarem de si. Este pode ser um dos motivos por terem seguido a vida normal mesmo com a mãe "dormindo".

Com a morte da progenitora, as crianças estão sob o cuidado do Estado provisoriamente.

Entretanto, o pai biológico delas já teria se mostrado interessado em conseguir a guarda dos filhos. Torcemos para que essa história tenha um final feliz para a família. #Noticias Bizarras #Mundo
Voltar
Site desenvolvido por: