07/02/2019 - 07:44

Celulose segura balança e MS tem superavit de US$ 163 milhões

Correio do Estado
A balança comercial de Mato Grosso do Sul registrou superavit de US$ 163 milhões no primeiro mês do ano, superando em 39% os US$ 117 milhões verificados no mesmo período de 2018.

No total, as exportações ficaram em US$ 341,9 milhões, volume 4,3% superior ao do mesmo período do ano passado, quando as vendas externas somaram US$ 327,8 milhões. Os dados estão na Carta de Conjuntura do Setor Externo do mês de novembro de 2018, elaborada pela Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).  

O desempenho foi novamente puxado pela celulose, que apareceu como primeiro produto na pauta de exportações, com 53,35% do total comercializado em termos do valor, ou US$ 182,4 milhões, e com aumento de 41,31% em relação ao mesmo período no ano passado, quando a receita estava em US$ 129,1 milhões. Em relação ao volume, o resultado foi 27,94% maior. O segundo lugar foi ocupado pela carne de bovinos e outros produtos de carne, com 14,37% de participação, com queda em termos de valor (US$ 49,1 milhões) de 15,36% em relação a janeiro de 2018. Em termos de volume, houve queda de 2,71% comparado a janeiro de 2018.

O minério de ferro havia revertido a queda verificada em 2016 nas exportações com aumentos expressivos em 2017 e 2018, mas em janeiro deste ano o produto voltou a registrar queda, de 34,1%. Em comparação com o mesmo período do ano passado, em termos de volume exportado, houve queda de 34,7%. A receita do item ficou em US$ 8 milhões, diante de US$ 12,1 milhões em janeiro de 2018.
Voltar
Site desenvolvido por: