07/12/2017 - 12:00

Mulher e amante são presos após homem ser encontrado morto em fazenda

Casal foi preso ao pedir abrigo em uma casa no bairro Paranapungá, em Três Lagoas

JP News
Um casal foi preso suspeito de envolvimento na morte de um homem, de 42 anos, em uma fazenda, localizada às margens da BR-262, em Três Lagoas. A prisão ocorreu na quarta-feira (6) e a vítima foi encontrada morta com um tiro, já em estado de decomposição, em cima da própria cama. A suspeita é de que a mulher de Aparecido Alves Rosa, de 25 anos, é quem planejou o homicídio contra o marido.

Ela foi presa junto com um jovem, de 18 anos, que seria o amante. De acordo com a Polícia Militar, o casal teria ido até uma residência no bairro Paranapungá, nesta quarta, pedir abrigo. O morador achou a atitude suspeita e acionou a polícia. Uma equipe da Rotai (Rondas Ostensivas Táticas do Interior) foi até lá e durante a abordagem os dois confessaram o crime e, inclusive, revelaram detalhes de como o fato ocorreu.

O casal foi até a fazenda, onde a vítima trabalhava, juntamente com os policiais. No local, o dono da propriedade contou que havia encontrado o corpo do funcionário, no quarto, em cima da cama. Foi feita vistoria na casa e uma espingarda calibre 32 com um cartucho deflagrado foi apreendida. Ela estava escondida atrás do freezer, na cozinha, e mais dois cartuchos vazios foram apreendidos em cima de uma mesa na varanda. 

A motivação do crime ainda não revelada. Testemunhas disseram que o homem e a mulher teriam discutido no dia 2 de dezembro (sábado), data em que supostamente a vítima não teria sido mais vista. O caso foi encaminhado para Polícia Civil, que abriu inquérito para investigar o fato. 
Voltar
Site desenvolvido por: