12/10/2018 - 06:16

Três brasileiros são mortos tiros na fronteira

Por THIAGO GOMES
Correio do Estado
Três brasileiros foram executados na madrugada de hoje, na Colônia Cristino Potrero, em Capitán Bado, cidade paraguaia próxima a Coronel Sapucaia. Dois deles foram identificados como Carlos Augusto Lopes Soares, 29, e Júlio César Ovelar. O terceiro ainda não foi reconhecido.

Duas das vítimas foram mortas no quintal de casa e a outra, no portão. Todas estavam crivadas por bala de tiros de pistola e de escopeta calibre 12. Para a polícia, os indícios são de acerto de contas.

De acordo com as informações, durante a madrugada, vizinhos de uma das vítimas teriam ouvido tiros e, na 
sequência, viram uma caminhonete com alguns homens fugindo do local. O veículo foi encontrado incendiado a alguns quilômetros da área onde ocorreram os assassinatos.

Júlio César, também conhecido como “Jhony Cabeludo”, foi identificado pela mulher, a brasileira Fabiana Grechi. Ela compareceu à Comisaría da Polícia Nacional em Capitán Bado para a identificação.

Ao levantar a hipótese de acerto de contas como motivação para as execuções, a Polícia Nacional informou que o local onde os brasileiros foram executados é uma conhecida região dominada por traficantes de maconha, inclusive, com, plantações do produto. Felipe Barão Escurra é apontado por policiais como um deles, fornecendo droga para o Brasil. 
Voltar
Site desenvolvido por: