02/10/2017 - 07:17

PMDB não quer virar o ano sem pré-candidato a governador

Por Adilson Trindade
Correio do Estado
O PMDB quer virar o ano com a definição do pré-candidato a governador. O nome de consenso é do ex-governador André Puccinelli, que já admitiu entrar na disputa eleitoral em 2018. “Vai depender mais dele”, afirmou o presidente regional do partido e da Assembleia Legislativa, deputado Júnior Mochi. 

André vai assumir a presidência do PMDB na convenção regional marcada para dia 11 de novembro. No comando, ele vai conduzir as negociações políticas do processo eleitoral pelo partido e buscar viabilizar a sua pré-candidatura a governador.

Mas André não é o único nome do PMDB para eventual enfrentamento com o atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB). O partido tem em seus quadros a senadora Simone Tebet e, provavelmente, o prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa (PR), que estará se filiando nos próximos dias. Ele seria outra opção para a sucessão estadual.

Em viagem pelo interior do Estado, Júnior Mochi ressaltou a importância do PMDB participar da disputa eleitoral. E reiterou o nome do ex-governador André Puccinelli para a sucessão estadual. “Antes de virar o ano, o PMDB tem que ter o nome definido e este nome pode ser o de André”, afirmou.
Voltar
Site desenvolvido por: