27/05/2018 - 04:53

Produtores de leite vivem drama com a paralisação dos caminhoneiros

G1
Os produtores de leite vivem um drama com a paralização dos caminhoneiros: o produto estraga com facilidade e depende de transporte rápido.

Mais de 500 mil litros de leite foram jogados fora só na região de Passos, no sul de Minas Gerais. “Isso é uma afronta para a gente que produz. É uma afronta para o consumidor que está assistindo. É uma afronta para o mundo. A que ponto chegamos”, diz Mauricio Coelho, gerente de uma fazenda.

Em Santa Catarina, o produtor de leite Felix Junior, de Chapecó, bem que tentou fazer uma doação, mas não conseguiu: “Tentei falar com alguns hospitais do município, mas por questão de logística deles e questão de pasteurização do leite, eles acabaram recusando um pouco essa oferta, por avaliação da nutricionista deles”.

Em São Paulo, a cena se repetiu em Taquarituba, onde mais de cinco mil litros de leite foram para o ralo.

No Paraná, a produtora  Margareth Coller revela a decepção com o que aconteceu na propriedade: “É triste porque você trabalha com leite de qualidade e produz e jogar assim fora”.
Voltar
Site desenvolvido por: