12/01/2018 - 06:46

Casos de febre amarela em SP provocam corrida por vacinas em Três Lagoas

Por Kelly Martins
JP News
Após casos confirmados de febre amarela em São Paulo e outros estados, a preocupação com a doença em Três Lagoas está provocando uma corrida aos postos de saúde. Nesta semana a procura dobrou, segundo funcionários do setor, em comparação aos últimos dois meses, por exemplo.

As doses estão disponíveis nos 15 postos de saúde espalhados nos bairros e no Centro de Especialidades Médicas (CEM). O que gera alerta à população é que Três Lagoas faz divisa com o estado de São Paulo. A Secretaria de Saúde pontua que somente as pessoas que forem para as áreas de risco é que devem vacinar.

Por outro lado, a pasta ressalta que não há motivos para a corrida atrás da vacina nos postos, já que durante seis anos não houve nenhum caso registrado no município. De acordo com o Setor de Imunização da Saúde, em 2017 mais de 12 mil pessoas se vacinaram contra a febre amarela em Três Lagoas. Nas clínicas particulares, no município, a dose da vacina custa R$ 150.

Imunização

O combate contra a febre amarela faz parte do calendário de vacinação do município. A vacina é de graça e está disponível em todas as unidades básicas de saúde. Ela deve ser aplicada a partir dos 9 meses de idade. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não recomenda a vacina para pessoas com doenças como câncer e HIV, que têm baixa imunidade, mulheres grávidas e nem para quem tem mais de 60 anos. 
Voltar
Site desenvolvido por: