19/09/2018 - 02:52

Hemosul convoca doadores de sangue O+, O- e tipagens raras A- e B - com urgência

Por Gabriela Couto
Correio do Estado
O Hemosul de Campo Grande convoca com urgência os doadores de sangue do tipo O negativo (O-) e O positivo (O+) que estão com estoques praticamente zerados. Em comunicado oficial o hemocentro também emitiu estado de atenção para tipagens raras do sangue A negativo (A-) e B negativo (B -).

Qualquer pessoa de 16 a 69 anos pode ser um doador de sangue e assim poder ajudar alguém. Vale ressaltar que menores de 16 e 17 anos precisam estar acompanhados dos pais ou responsável para fazer a boa ação, ou ainda levar uma declaração de autorização, com firma reconhecida. 

Outro ponto importante com relação à idade é para pessoas que vão fazer a primeira doação. Este ato só poder ser feito até os 60 anos. Após esta idade somente doa quem já faz o procedimento com frequência. Também deve ser observado o peso de quem deseja ajudar. Conforme a lei, a Rede Hemosul-MS reserva-se o direito de aceitar apenas doadores com 55 kg ou mais, para a melhor utilização do sangue coletado e garantir a segurança do doador.

Quem já faz doação com regularidade deve prestar atenção aos intervalos entre uma doação e outra. Os homens podem doar até quatro vezes ao ano, com espaço de tempo de no mínimo dois meses. Já as mulheres são restritas a doar três vezes ao ano, com interrupção de no mínimo três meses. 

Algumas doenças são critérios para impedir a doação. Pessoas com problemas renais, cardíacas, doenças hematológicas, pulmonares, hepáticas, autoimunes, diabetes, hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramentos anormais, convulsões, ou portadores de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como doença de Chagas, hepatite, aids, sífilis impedem que a doação seja feita.

Se o doador também estiver  com gripe ou alergia é necessário esperar sete dias para poder realizar o procedimento. Alguns medicamentos também impossibilitam que a doação seja feita. Por isso é preciso que quem for realizar a doação seja verdadeiro com o médico na hora da entrevista e avise os remédios que utiliza com frequência. 

Outra recomendação é para quem se vacinou ou pretende se vacinar. A imunização impede temporariamente a doação. Por isso, a recomendação é que faça doação antes de tomar a dose de vacina. Por último, mas não menos importante, é preciso estar bem alimentado. No entanto é preciso evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação, além de não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas antes de ir até o hemocentro. 

BENEFÍCIOS

Pouca gente sabe, mas quem doa sangue além de estar ajudando a salvar vidas também tem direitos garantidos. Os benefícios só são oferecidos para os doadores que fazem no mínimo três doações no período de um ano. O objetivo do hemocentro é incentivar o voluntário a manter a frequência de doações. Quem faz essa boa ação garante a carteira de doador, com validade de um ano.

Com ela o doador tem direito à isenção nos concursos públicos realizados no Estado, além de garantir meia-entrada nos casas de diversão ou estabelecimentos com eventos culturais e atividades de lazer. Outro benefício é o mesmo atendimento prioritário nas filas de bancos e no âmbito da Justiça Estadual, que é dado aos idosos. A solidariedade também garante vaga para os filhos do doador nas escolas municipais. Quem desrespeitar a lei pode pagar multa de R$ 3,8 mil a R$ 10 mil. Quem não tiver o direito adquirido cumprido deve procurar o PROCON. 

 

IMPEDIMENTOS TEMPORÁRIOS:

» Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas.

» Gravidez

» 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.

» Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).

» Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.

» Tatuagem / maquiagem definitiva nos últimos 12 meses.

» Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.

» Qualquer procedimento endoscópico (endoscopia digestiva alta, colonoscopia, rinoscopia etc): aguardar 6 meses.

» Extração dentária (verificar uso de medicação) ou tratamento de canal (verificar medicação): por 7 dias.

» Cirurgia odontológica com anestesia geral: por 4 semanas.

» Acupuntura: se realizada com material descartável: 24 horas; se realizada com laser ou sementes: apto; se realizada com material sem condições de avaliação: aguardar 12 meses.

» Herpes labial ou genital: apto após desaparecimento total das lesões.

» Herpes Zoster: apto após 6 meses da cura (vírus Varicella Zoster).

» Febre Amarela: quem esteve em região onde há surto da doença deve aguardar 30 dias para doar, após o retorno; se tomou a vacina, deve aguardar 04 semanas; se contraiu a doença, deve aguardar 6 meses após recuperação completa (clínica e laboratorial)
Voltar
Site desenvolvido por: