31/10/2018 - 01:05

Família que mora em ônibus há 1 ano fala sobre opção de rotina livre: 'Vivemos muito bem assim'

Por Lucas Oliver*
G1/MS
"Não ter uma rotina padrão é muito interessante. Em um dia acordo de madrugada, no outro posso aproveitar o dia com mais tranquilidade, é um estilo de vida diferente que optamos viver". Palavras de Rodrigo Nunes, que há um ano viaja com a família a bordo de um motorhome, ônibus adaptado para funcionar como uma casa.

A esposa de Rodrigo era técnica em laboratório, com 20 anos de carreira, no interior de São Paulo. Ela topou a ideia de viajar com ele e os 3 filhos, e juntos já passaram por vários estados brasileiros: Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Alagoas, Pernambuco, Piauí, Goiás e Distrito Federal.

Nesta terça-feira (30) a família chegou em Campo Grande (MS). Rodrigo conta que até dia 04 de novembro, eles vão dividir a experiência com quem quiser conhecer mais sobre a rotina livre da família.

Ao G1, Rodrigo disse que sempre são bem recebidos por onde passam e que despertam a curiosidade das pessoas.

"É ótimo poder conhecer tantos lugares, pessoas e culturas diferentes, ainda mais em companhia da família. Fizemos muitos amigos por onde passamos, as pessoas são muito hospitaleiras e isso é muito bacana", explica.
Eles pretendem, ao longo de sete anos, passar por 80 países em quatro continentes. No total, serão mais de 100 mil quilômetros percorridos a bordo do motorhome. Para manter a aventura, a família vende seu livro, com dicas de viagem.

Filhos estudam na estrada

Rodrigo sonhava em conhecer o mundo desde criança. Há 10 anos, ele fazia viagens de moto, mas sempre quis viajar com a família. Decidiu há 1 ano trocar a casa no interior de São Paulo, pelo motorhome com quarto, sala, banheiro, televisão, fogão e até jogos.

Os filho mais velho do casal ajuda nas tarefas domésticas. As meninas, de 8 e 7 anos, são matriculadas em um colégio particular de São Paulo, mas recebem apostila e toda a educação necessária em casa. A legislação brasileira não permite que elas fiquem fora da escola.

“Acompanhamos todo o conteúdo pelas apostilas. Acredito que a parte teórica é bem valiosa. Mas elas vão levar para a vida tudo o que viram, não só o que leram”, diz Rodrigo.

Na próxima semana, a família viaja para o interior do estado, para conhecer pontos turísticos como Bonito, Aquidauana e Miranda, e depois segue para o Paraguai.

"Queremos conhecer Bonito, por onde passamos as pessoas falam sobre a beleza do lugar. As crianças estão ansiosas para verem os animais", explica.

Até o próximo domingo (04) a família ficará no estacionamento de um shopping na capital. Quem quiser conhecer mais sobre a opção de viver na estrada, poderá conhecer também o motorhome, que fica aberto à visitação.

"As pessoas querem saber como dormimos, como comemos, como a gente convive. Temos um sistema bacana, um ajuda o outro, vivemos muito bem assim", finaliza.
Voltar
Site desenvolvido por: