quinta-feira, julho 25, 2024
Google search engine
InícioAcreVereador Acusado de Ameaça Busca Suspender Sessão que Pode Decidir seu Destino

Vereador Acusado de Ameaça Busca Suspender Sessão que Pode Decidir seu Destino

Bujari, 10 de setembro de 2023 – Em meio a uma atmosfera tensa, momentos antes do início da crucial sessão que poderia selar seu destino político, o vereador Gilvan de Souza (PCdoB) tomou a decisão de entrar com um requerimento, na tarde desta terça-feira, 10, solicitando a suspensão da sessão na Câmara de Vereadores de Bujari, uma cidade no interior do Acre.

Gilvan se encontra em uma situação delicada, acusado de ter ameaçado a também vereadora Eliane Rosita (Progressistas) durante uma sessão extraordinária ocorrida em janeiro deste ano.

A denúncia contra Gilvan foi encaminhada à Comissão de Ética da Câmara, que posteriormente recomendou sua cassação.

O requerimento apresentado por Gilvan alega que a sessão atual é inválida devido à falta de quórum, uma vez que apenas 10 dos 11 vereadores compareceram. Além disso, o parlamentar sustenta que a denúncia contra ele é desprovida de fundamentos e que ele não cometeu qualquer infração.

O advogado que representa a vereadora Eliane, Pedro Freire, afirmou não ter conhecimento do pedido de nulidade e esclareceu que não há disposições a respeito desse ato no Regimento Interno da casa legislativa.

A Acusação

A denúncia apresentada pela Comissão de Ética detalha que Gilvan teria ameaçado Eliane durante uma acalorada discussão acerca da aprovação de um projeto de lei. Segundo relatos, naquele momento, Gilvan teria proferido palavras ameaçadoras, alertando Eliane de que “sofreria as consequências” caso persistisse na discussão.

Eliane afirma que ficou profundamente alarmada com a ameaça e, em resposta, registrou um boletim de ocorrência junto à Polícia Civil.

Sessão Suspensa

Logo após a apresentação do requerimento por Gilvan, a sessão foi abruptamente suspensa devido à falta de quórum. O presidente da Câmara, vereador Edilson Souza (MDB), comunicou que analisará o pedido de nulidade e que a sessão será retomada na quarta-feira, 11.

Caso a votação venha a ocorrer, Gilvan necessitará da maioria dos votos dos vereadores para evitar a cassação.

Reações Divergentes

O vereador Gilvan de Souza demonstrou estar tranquilo quanto à possibilidade de cassação e declarou que confia no sistema de justiça.

Já a vereadora Eliane Rosita demonstrou confiança de que a cassação de Gilvan será aprovada. Ela enfatizou que a ameaça foi um incidente grave e que não pode ser tolerado, ressaltando a importância de responsabilização por tais comportamentos.

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

POPULAR