18/10/2018 - 22:02

Os caminhos dos votos dos deputados eleitos

Manoel Afonso
ELEIÇÕES Vários fatores concorrem para o sucesso.São 24 vagas para a Assembleia Legislativa, início de carreira vitoriosa ou cemitério de sonhos. Os números retratam o desempenho dos eleitos nos 10 primeiros municípios de cada um. Ao eleitor cabe a reflexão sobre o que nos espera. Enfim, é o que teremos! Seja o que Deus quiser. 

CAPITÃO CONTAR (PSL) Campeão e recordista para a Assembleia Legislativa: 78.390 votos. Apenas as 10 maiores votações: capital 39.896 votos, Dourados 5.098, Maracaju 2.700,Três Lagoas 2.625, Corumbá 1.955, Coxim 1.611, Naviraí 1.465, Aquidauana 1.220, Ponta Porã 1.120, Sidrolândia 830. Enfim: O transporte de seus eleitores exigiria 15.678 ônibus com capacidade de 50 passageiros cada. É mole? 

CORONEL DAVID (PSL): 45.903 votos e só na capital foram 24.218. Três Lagoas 3.091, Dourados 1.916, Paranaíba 1.358, Aparecida do Tabuado 1.168, Rio Brilhante 947, Amambai 867, Cassilândia 677, Ponta Porã 609, Jardim 569. Um crescimento de 28.168 votos contra os 17.735 votos obtidos em 2014. O maior índice de todos eles. 

JAMÍLSON NAME (PDT): 33.870 votos. Na capital 13.064, Aquidauana 1.691, Miranda 1116, Aral Moreira 1.010, Anastácio 1.003, Água Clara 880, Terenos 846, Dourados 817, Angélica 777, Nova Alvorada do Sul 759. 

RENATO CÂMARA (MDB): 33.291 votos. Em Dourados 9.375, Ivinhema 3.974, Campo Grande 2.241, Nova Andradina 1.162, Juti 1.040, Miranda 810, Deodápolis 776, Glória de Dourados e Rio Brilhante 697, Jardim 653. Perdeu 3.090 votos dos 36.903 votos conseguidos no pleito de 2014. 

ONEVAN DE MATOS (PSDB): 30.813 votos. Em Naviraí 9.856, Campo Grande 1.331, Sete Quedas 1.169, Iguatemi 1.081, Selvíria 980, Itaquiraí 871, São Gabriel do Oeste 845, Cassilândia 844, Fátima do Sul 832, Bela Vista 708. Superou em 5.991 votos o total de 24.822 votos obtidos no pleito de 2014. 

ZÉ TEIXEIRA (DEM): 30.788 votos. Em Dourados 6.562, Caarapó 2.869, Campo Grande 2.196, Itaporã 1.903, Rio Brilhante 1.782, Deodápolis 805, Guia Lopes da Laguna 769, Jardim 724, Nova Alvorada do Sul 643, Bela Vista 549. Perdeu 1.281 votos do total de 32.069 votos obtidos nas eleições de 2014. 

LÍDIO LOPES (PATRI): 27.877 votos. Em Campo Grande 9.450, Iguatemi 1.573, Dourados 1.144, Douradina 962, Japorã 864, Paranaíba 562, Paranhos 491, Bodoquena 380, Antonio João 379, Aquidauana 372. Sua votação subiu 4.234 votos em relação aos 23.643 votos registrados em 2014. 

PAULO CORRÊA (PSDB): 27.664 votos. Na capital 4.147, Chapadão do Sul 1.274, Aral Moreira 1.207, Inocência 1.121, Caracol 1.096, Paranaíba 986, Ponta Porã 911, Sidrolândia 898, Coronel Sapucaia 894, Sete Quedas 875. Foram 11.876 votos a menos da votação de 39.540 votos obtida em 2014. O maior índice negativo de perda. 

FELIPE ORRO (PSDB): 27.661 votos. Em Aquidauana 7.056 votos, Campo Grande 3.449, Anastácio 2.032, Maracaju 1.610, Bonito 1.204, Miranda 995, Jardim 826, Chapadão do Sul 760, Dois Irmãos do Buriti 653, Rio Negro 599. Perdeu 910 votos dos 28.571 votos que conseguira em 2014. 

BARBOSINHA (PSDB): 27.492 votos. Em Dourados 7.455, Campo Grande 3.402, Angélica 1.317, Corumbá 959, Ponta Porã 732, Jardim 633, Rio Brilhante 632, Fátima do Sul 626, Anastácio 54, Ivinhema 531. Um crescimento de 5.938 votos comparados aos 21.554 votos de 2014. 

MARÇAL FILHO (PSDB): 25.437 votos. Em Dourados 19.021, Rio Brilhante 972, Fátima do Sul 842, Itaporã 781, Campo Grande 596, Ribas do Rio Pardo 557, Maracaju 313, Vicentina 274, Ponta Porã 205, Laguna Carapã 176. O mais votado em Dourados. 

PROFESSOR RINALDO (PSDB): 24.593 votos. Em Campo Grande 11.225, Paranhos 1.077, Bataguassu 743, Rio Brilhante 725, Ponta Porã 696, Dourados 531, Chapadão do Sul 457, Ladário 372, Cassilândia 357, Batayporã 340. Perdeu portanto 4.793 dos 29.386 votos conseguidos em 2014. 

MÁRCIO FERNANDES (MDB): 23.296 votos. Na capital 5.778, Ponta Porã 1.335, Aquidauana 1.297, Miranda 1.222, Antonio João 992, Sonora 906, Camapuã 862, Maracaju 633, Coxim 631, Sidrolândia 609. Superou assim em 939 votos o total de 22.357 votos obtidos em 2014. 

EDUARDO ROCHA (MDB): 22.347 votos. Em Três Lagoas 2.846, Campo Grande 1.935, Costa Rica 2.738, Coronel Sapucaia 1.555, Cassilândia 1.388, Vicentina 1.163, Aparecida do Tabuado 837, Coxim 787, Água Clara 650, Rio Brilhante 621. Perdeu 8.526 votos da votação de 30.873 votos obtidos no pleito de 2014. 

CABO ALMI (PT): 21.121 votos. Em Campo Grande 14.683, Glória de Dourados 646, Bonito 544, Sidrolândia 499, Deodápolis 433, Dourados 348, Costa Rica 199, Angélica 193, Nioaque 190, Bela Vista 186. Perdeu 74 votos em relação ao total de 21.195 votos em 2014. 

PEDRO KEMP (PT): 20.969 votos. Na capital 10.428, Caarapó 1.3248, Miranda 609, Três Lagoas 595, Jardim 466, Sidrolândia 458, Nova Andradina 426, Dourados 396, Paranaíba 308, Aquidauana 298. Cresceu em 795 votos em relação aos 20.174 votos do pleito de 2014. 

LONDRES MACHADO (PSD): 20.782 votos. Em Fátima do Sul 4.394, Campo Grande 2.932, Vicentina 1.115, Japorã 1.029, Caarapó 560, Terenos 541, Deodápolis 497, Taquarussu 453, Jatei 404, Paranaíba 397. Sua volta bem recebida nos corredores da Assembleia Legislativa. 

NENO RAZUK (PTB): 19.472 votos. Em Dourados 6.846, Campo Grande 1.501, Ponta Porã 992, Caarapó 877, Itaporã 833, Corumbá 783, Paranhos 777, Rio Brilhante 660, Miranda 522, Amambai 441, Maracaju 336, Aral Moreira 270. Mais um novato. 

HERCULANO BORGES (Solidariedade): 17.731 votos. Na capital 9.480, Dourados 1.504, Aquidauana 582, Bodoquena 435, Três Lagoas 398, Corumbá 326, Maracaju 264, Bela Vista 243, Ribas do Rio Pardo 234, Jardim 227. Foram 918 votos a mais da votação de 16.813 votos do pleito de 2014. Discreto mas eficiente politicamente. 

GÉRSON CLARO (PP): 16.374 votos. Em Campo Grande 3.109, Sidrolândia 2.052, Água Clara 1.008, Aparecida do Tabuado 967, Paranaíba 810, Cassilândia 730, Selvíria 667, Ponta Porã 658, Itaporã 548, Terenos 540. Pelo movimento de campanha a votação deixou a desejar. 

ANTÔNIO VAZ (PRB): 16.224 votos. Na capital 8.578, Corumbá 869, Dourados 810, Ponta Porã 539, Três Lagoas 444, Cassilândia 236, Chapadão do Sul 227, Paranaíba 227, Ladário 159, Naviraí 155. Aí valeu a força religiosa e o estilo competente dele. 

EVANDER VENDRAMINI (PP): 12.627 votos. Em Corumbá 10.086, Campo Grande 73’, Miranda 402, Aparecida do Tabuado 87, Aquidauana 26, Anastácio 21, Dourados 17, Alcinópolis 17, Ponta Porã 15, Jardim 13.Aleluia: único representante de Corumbá. 

LUCAS DE LIMA DO AMOR SEM FIM (Solidariedade): 12.391 votos. Em Campo Grande 9.974, Bonito 819, Três Lagoas 387, Sidrolândia 187, Terenos 183, Jardim 155, Dourados 101, Dois Irmãos do Buriti 81, Ribas do Rio Pardo 67, Bandeirantes 41. 

JOÃO HENRIQUE (PR): 11.010 votos. Em Campo Grande 4.943, Paranaíba 4.172, São Gabriel do Oeste 221, Três Lagoas 153, Rio Verde de Mato Grosso 144, Sonora 126, Dois Irmãos do Buriti 82, Aparecida do Tabuado 66, Coxim 62, Maracaju 54. Aos 30 anos o neto do ex-governador Marcelo Mirada será o caçula da Assembleia. Quer mostrar que tem luz própria. Afinal é advogado e bem oxigenado intelectualmente. 

“Lula o que? Ele está preso. Lula vai fazer o que? (-) Isso é o PT e o PT desse jeito merece perder.” 

senador eleito Cid Gomes (PDT-CE)
Voltar
Site desenvolvido por: