22/09/2017 - 08:27

Ricardo Ayache, um exemplo de gestão!

Manoel Afonso
EM CASA Cansada do papel de ‘bobo da corte’, a classe média brasileira não quer ir às ruas para protestar contra tanta corrupção. Tudo porque trabalha 5 meses ao ano para pagar impostos e sempre é chamada para pagar a conta salgada. Para alguns ela não está acovardada. Simplesmente deixou de saber em quem acreditar. Certo?

ANIMAÇÃO Aluízio São José (prefeito de Coxim), Ricardo Ayache (presidente da Cassems) e José Ancelmo dos Santos ( ex-conselheiro do TCE-MS) estarão em Brasília como delegados na convenção nacional do PSB marcada para outubro próximo. Eles foram escolhidos por aclamação no último dia 16 em concorrido evento nesta capital. 

RUMOS Para José Ancelmo a tendência é pela escolha do ex-deputado federal (RS) Beto Albuquerque para a presidência nacional do partido – hoje nas mãos do deputado Carlos Siqueira, de Pernambuco. Aluízio São José vem percorrendo o interior para recompor as comissões provisórias com vistas as eleições de 2018. 

CANDIDATURAS Se Aluízio São José desponta como nova liderança na região norte e com planos para disputar a Assembleia Legislativa, Ricardo Ayache segue no leme da Cassems, tida hoje como empresa modelo no setor. Ayache vem conseguindo manter-se até aqui como um bom exemplo de gestão. Decisão sobre candidatura dependerá de vários fatores e do cenário. Um equilibrista!

EM ALTA Além de ser bem cotado para assumir uma vaga no Tribunal de Contas do Estado em 2018, ao deputado Jr. Mochi há uma outra opção interessante; caso o PSDB venha a compor com o PMDB, Mochi é visto como o personagem ideal para ocupar a vaga de candidato a vice governador ao lado de Reinaldo Azambuja. É o jogo que está sendo jogado. 

BASTIDORES É onde tudo acontece e todos negam. O ex-conselheiro Leite Schimidt continua o operador político discreto. Só aparece em ocasiões especiais. Mas ele estaria empenhadíssimo em atrair o PTB do ex-prefeito Nelson Trad e o PSB para formatação de um bloco reforçado no pleito de 2018. 

REELEIÇÃO Ao seu estilo moderado o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) esperou pelos apelos de companheiros interioranos para manifestar a disposição de concorrer ao segundo mandato. A posição de destaque do Estado no ranking de competividade ( 5º lugar nacional) é indiscutivelmente o fator que pesa muito. 

DESTAQUE Estamos atrás apenas de São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Distrito Federal em matéria de ambiente para desenvolvimento, onde foram levados em conta 66 indicadores referenciais. Vale destacar o avanço na taxa de crescimento do nosso PIB , o segundo melhor colocado do país. Números otimistas que merecem ser divulgados. 

EXEMPLO A iniciativa da Câmara Municipal da capital precisa ser olhada pelas câmaras municipais do interior. Criar políticas públicas para a população idosa é enfrentar o problema de frente . As cidades envelheceram sem se preparar. Na capital temos mais de 100 mil idosos. Lembro: temos muito que aprender com os japoneses que cuidam bem de suas crianças e velhos.



‘BELEZA’ Que tal se os políticos tivessem igual sensibilidade para resolver graves questões que nos afligem - como tem para garimpar dinheiro para o Fundo Partidário? O cidadão que paga impostos, sentem-se como aquele personagem de rosto pintado e bola vermelha no nariz. Depois reclamam do desempenho do deputado Jair Bolsonaro (PSC) na corrida presidencial. 



SEM VOLTA! Alguns políticos até que tentaram – sem sucesso - fazer o meio de campo para que o prefeito Marcos Trad (PSD) reatasse as relações políticas com o ex-governador André Puccinelli (PMDB). Os argumentos do prefeito são irremovíveis e ele não esconde a satisfação na parceria com o governador Reinaldo. 

Voltar
Site desenvolvido por: