09/12/2017 - 14:45

Imagens aéreas mostram rio Miranda avançando sobre casas no Pantanal de MS

Por Ricardo Mello
G1/MS
Em Miranda, na região do Pantanal sul-mato-grossense, moradores precisaram deixar as suas casas com a cheia do rio, que tem o mesmo nome da cidade. O curso de água está sete metros acima do normal.

Este ano, a enchente veio mais cedo em razão do grande volume de chuvas das últimas semanas.

Imagens aéreas, captadas pelo drone da TV Morena, mostram os estragos que a inundação já provocou. Ranchos, localizados bem ao lado do rio foram tomados pela inundação e todas as casas de ribeirinhos foram desocupadas. A calha do rio se espalhou por toda a região.

Mas não é só quem mora perto que foi atingido. Casas que ficam a quase um quilômetro de distância do rio também já está enfrentando problemas. Com o nível do rio sete metros acima do normal a água já começou a tomar conta das ruas e invadir as regiões mais baixas, como o bairro Nova Miranda.

O perigo é que a água do rio se mistura com a do esgoto, e as crianças brincam nela. O mecânico Moacyr Luis de Jesus, que mora no bairro, diz que o rio chegou ao quintal das casas em apenas três dias. Ele comenta que a maior preocupação neste momento é justamente com a saúde das crianças.

Os moradores esperava essa cheia mais para o fim de dezembro ou até início de janeiro, só que ela veio mais cedo este ano. Áreas que estavam secas neste período do ano passado, agora estão alagadas. Alguns moradores já deixaram as suas casas para procurar abrigo com amigos e familiares.

A aposentada Georgina decidiu ficar em sua casa. Ela viu a água chegar ao nível da sua janela e diz que só consegue sair do local usando uma canoa, que foi emprestada por um vizinho, que é pescador.
Voltar
Site desenvolvido por: