27/12/2017 - 08:04

Sobe para 300 desalojados em Porto Murtinho, MS

Por Graziela Rezende
G1/MS
Equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, que atuam para amenizar os estragos causados pela chuva, em Porto Murtinho, a 443 km de Campo Grande, contabilizam 63 desabrigados e 300 desalojados.

Nesta quarta-feira (27), a força-tarefa monitora a situação do município, bem como verifica os rios que aumentaram o nível de água nos últimos dias.

"As pessoas estão sendo encaminhadas para abrigos públicos e ontem o dia foi de esforço pessoal e de logística, para retirar parte da mobília das vítimas. O coordenador de Porto Murtinho está fazendo um relatório diário do desastre e a tendência é decretar a situação de emergência.

O primeiro passo é solicitar apoio do estado com cesta básica e kit dormitório, assim que encaminharem o pedido. Nosso trabalho é um complemento, já que o primeiro atendimento é do município", comentou ao G1 o coordenador da Defesa Civil Estadual, Fábio Catarineli.

O bairro Cohab, com três quadras de água acima dos joelhos, é o mais atingido. Para todo o mês, esperado é 170,4 mm, sendo que já choveu 150 mm na região. As temperaturas variam de 23°C a 35°C, ainda conforme o Inmet. Com relação a inundação das casas, a Defesa Civil ressalta que o nível do rio Paraguai está normal, com 4,64 metros.

O monitoramento ainda inclui o município de Nioaque. No último sábado (24), segundo a Defesa Civil, a precipitação pluviométrica chegou a 62,4 milímetros, causando alagamento em várias casas. Na ocasião, a chuva lá contabilizou 8,8 mm. Já no acumulado do ano, o número foi de 137,2 mm, sendo 183,8 mm o esperado para todo o ano.
Voltar
Site desenvolvido por: