Domingo 25 de Junho de 2017
06/06/2017 - 09:35

Ex-atacante Jobson volta para prisão acusado de estupro

Globo esporte
Envolvido em um acidente que resultou a morte do cunhado no sexta-feira (2), o ex-atacante Jobson novamente apareceu nas páginas policias nesta semana. Acusado de estupro, o ex-jogador voltou para a prisão nessa segunda-feira (5), após uma audiência na cidade de Colméia, a 206 km de Palmas-To.

O polêmico ex-jogador é acusado de estupro de vulnerável contra quatro adolescentes. Preso em junho de 2016 por conta desse caso, o ex-atleta foi solto em setembro, após pagar R$ 22 mil de fiança e aceitar condições da justiça local para não frequentar mais bares e boates, não consumir bebida alcoólica e drogas.

O atacante Jobson deixou a prisão em setembro de 2016, depois de ficar 69 dias preso sob acusação de estupro, e, agora, vive em sua fazenda, no Tocantins. Nas redes sociais, o ex-Botafogo compartilha imagens da nova vida e recebe comentários de fãs que torcem por sua volta ao futebol

Por conta do acidente que se envolveu na sexta-feira (2), Jobson é suspeito de descumprir com as medidas provisórias que foram impostas, como o uso de bebida alcoólica e consumo de drogas. A última será confirmada após análise do inquérito policial, e a punição pode aumentar caso o horário do acidente seja confirmado como fora do tempo permitido para o ex-jogador poder ficar na rua.

Jobson se destacou no futebol em 2009, quando atuou pelo Botafogo, porém, no mesmo ano, o atacante foi pego no exame antidoping por uso de crack. Suspenso por seis meses em 2010, o jogador colecionou fracassos por Atlético Mineiro, Bahia, Grêmio Barueri, até ser contratado pelo Al-Ittihad da Arábia Saudita, onde recebeu uma punição de quatro anos por conta do exame antidoping.
Voltar
Site desenvolvido por: